Blogroll

Blogger news

Blogger templates

Blogger templates

Tecnologia do Blogger.

Nav2 (Do not Edit Here)

Nav1 (Do not Edit Here)

Slider(Do Not Edit Here!)

Youtube e sua evolução como plataforma



Que o Youtube conquistou o posto de plataforma de vídeos quase que unânime todos nós sabemos, mas o caminho para chegar até esse resultado demorou um tempo considerável. Sempre fui fã de redes sociais, e aparecer um serviço desse porte, com uma qualidade superior ao extinto "Google Videos" foi sem dúvida sensacional.


Nem sempre o Youtube pertenceu ao Google, o mesmo só apareceria mais tarde, o Youtube na verdade foi criado em uma garagem, lá no estado de São Francisco em 2005, sim, os estadunidenses sempre foram especialistas em criarem coisas relacionadas a tecnologia em lugares meio sem sentido, mas enfim. Chad Hurley, Jawed Karim e Steve Chen eram os nomes dos aventureiros criadores. O negócio deu tão certo que chamou atenção da Google, que na época já dominava uma parte bastante relevante da internet, logo depois da negociação, a empresa do trio foi vendida por US$ 1,6 bilhão, foi um "ganha / ganha", o grupo ficou rico de um dia para o outro e o Google deixou de lado aquela porcaria que era o Google Videos.


Mas, o que tinha de especial o Youtube naquela época? Ele juntou o conceito de redes sociais, que na época ainda não era tão usado, com serviço de vídeos, já no começo, você podia acompanhar os canais, avaliar vídeos, compartilhar em praticamente qualquer lugar da internet.


A nível Brasil, o Youtube só se tornou o que é hoje, graças ao boom que ocorreu entre meados de 2010 e início de 2012 (essa informação é apenas meu relato, pois eu já usava o site desde 2007). Tudo aconteceu, redes sociais bombando (mais precisamente o extinto Orkut), pessoal que era popular no Fotolog, Flogão e afins migrando seu conteúdo para lá, bandas indo para a plataforma, tudo isso acontecendo já com base no que ocorreu na versão estadunidense do site, aliado as atualizações que a galera da Google fazia.



O que começou a bombar aqui no país foram os vlogs, pessoas sem muita pretensão fazendo vídeos sobre suas vidas cotidianas e opiniões sobre qualquer coisa, isso dava a impressão de que eles eram amigos confidentes. Lembro da onda Felipe Neto e PC Siqueira que praticamente aparecia todos os dias nos "recomendados do dia", só depois que chegaram a Sangerine, Gabbie Fadel, Luba, Cauê Moura, a própria Kéfera também estava já nessa empreitada, só comendo pelas beiradas (como diz o povão). Logo depois veio a onda gamer, canais de análises como o Guilherme Gamer e Zangado ficaram famosos, canais de gameplay como o BRKsEDU e Monark surgiram e dominaram tudo, o próprio Leon (que acompanho ele desde o começo) desistiu do seu canal de vlog LReporta e investiu com inteligência no seu canal secundário CoisadeNerd. Hoje em dia, depois dessas duas ondas, houve uma grande diversificação de canais ficando famosos, desde culinária, fitness e música, até animes, tutoriais e esportes.


Outro ponto a ser considerado, a Propaganda (minha xodó) viu um público cada vez mais crescente de usuários e começou a investir em comunicação direcionada, tudo lindo e bonito para eles, já que cada vez mais as mídias tradicionais estão perdendo espaço, consumidor está ficando mais inteligente, ou pelo menos menos burro, aliás, é o mesmo consumidor que não curte muito a ideia de ter "propagandas de 5 segundos" em certos vídeos, mas é assim que funciona o jogo, a plataforma não se sustenta sozinha.

Na parte tecnológica da coisa, essa plataforma passou de um simples site de vídeos para um grande portal de conteúdo para todos os públicos, com vídeos em alta definição, 720p, 1080p, até 4K e 60fps já existe, o céu é o limite?

Agora, qual será o futuro do Youtube?

Compartilhar no Google+
    Deixe seu Comentário
    Comentários Blogger

0 comentarios:

Postar um comentário