Blogroll

Blogger news

Blogger templates

Blogger templates

Tecnologia do Blogger.

Nav2 (Do not Edit Here)

Nav1 (Do not Edit Here)

Slider(Do Not Edit Here!)

BattleBlock Theater - Análise

Autor: Brunno Quaresma

Esta é uma Análise de BattleBlock Theater e ao final você encontrará uma avaliação final do jogo, com nota e um resumo da análise.

Desenvolvido e distribuído pela The Behemoth.
Lançado inicialmente apenas para Xbox 360 e após pouco mais de um ano teve sua versão Steam para PC (para a alegria dos que não possuem o Xbox 360).
Eu já tinha a versão do Xbox e final do ano passado peguei a versão de PC, pois alguns amigos não possuem o Xbox e eu queria jogar com eles.


BattleBlock Theater possivelmente é um dos jogos mais divertidos e cooperativos dos últimos tempos que já joguei (se não, o mais!).


Falando rapidamente da HISTÓRIA (que é algo simples mesmo),
Hatty Hattington e seus amigos estão a bordo do barco da amizade friendship. Tudo bonito, alegre, até que... uma tempestade surge e faz o barco naufragar eu uma ilha dominada por gatos. Os gatos aprisionam Hatty e seus amigos em um teatro que é uma espécie de teatro com apresentações mortíferas e Hatty está sendo controlado pelos gatos por uma cartola mágica.
Seu objetivo é libertar todos os seus amigos que foram aprisionados, incluindo Hatty! 

       
Para salvar os amigos e Hatty, é preciso passar por diversas fases do jogo (dividas por Cenas e Atos) capturando gemas verdes e novelos de lã. Cada fase tem de 3 a 7 gemas e 1 novelo.
Mas para passar de fase (cena) basta capturar 3 gemas (assim o portal da fase é aberto). Significando que pegar novelos é opcional e, por isso são até mais escondidos nas fases.

Com 10 gemas é possível trocar pela liberdade de um prisioneiro, que acaba virando um aliado, pois nas configurações de edição de personagem é possível trocar os formatos de rostos, as máscaras/skins dos rostos (liberadas a cada prisioneiro libertado) e as armas do personagem.
É possível adquirir mais dessas armas, mas trocando por 5 novelos de lã.
Na versão original do jogo, Xbox 360, só se pode selecionar uma arma por vez.
Na versão Steam, de PC, pode-se selecionar até duas armas ativas e trocá-las com um botão de troca.

Os GRÁFICOS são em estilo cartoon, simples, 2D, mas bem humorados e agradáveis, detalhe: tudo isso em 1080p. Se assemelham ao estilo visual de Castle Crashers ou Alien Hominid (estes também da The Behemoth). É traço que muitas vezes parece mesmo que foi desenhado no papel por uma criança pelo estilo infantilizado.

A TRILHA SONORA é ótima também, bem animada, às vezes repetitiva, mas dá o ótimo clima para o jogo, além da NARRAÇÃO fantástica, que é intencionalmente retardada, às vezes tagarela, mas também ajuda nesse clima que o jogo tem, entre o drama e a comédia.
PS: Nas configurações de áudio dá para alterar o nível de "tagarela" do locutor, deixando-o mais tímido ou mais falador, mas confesso que ainda não mexi nessa parte...


A JOGABILIDADE é ótima, um dos maiores pontos do jogo. Os comandos são simples, fáceis e sem mistério. O ponto-chave mesmo está no cenário, pois possui diversas físicas, objetos e situações que fazem da fase uma grande situação-problema, com gemas e novelos escondidos atrás de pequenas situações a serem entendidas para poder acessar o item. Aí o desafio: completar a cena (fase) pegando as 3 gemas do requisito mínimo ou conseguir todas as gemas e o novelo da fase e em um tempo reduzido. Ao fazer o segundo modo, ganha-se 2 gemas extras como recompensa aos mais dedicados. Mas não significa que quem não fizer isso não consiga completar o jogo nem nada disso.


Outro dos maiores pontos é o COOPERATIVO. E, pra mim, a Jogabilidade e o Cooperativo estão no topo.
As fases mudam quando se está jogando com um amigo, de modo a forçá-los a jogarem juntos, seja empurrando o outro pra um local, puxando o outro pra ajudar a subir, manter um botão no chão pressionado para garantir a passagem, etc.

O Co-op pode ser tanto online quanto local. E é muito legal isso, pois ultimamente não vejo tantos jogos cooperativos locais legais (e é algo que procuro bastante). 

Além do Modo Campanha, tem o MODO ARENA que é muuuuito divertido também. Pra ser sincero eu jogava esse jogo com uns amigos e nem sabia deste modo, então outro dia eu o descobri e comecei a jogar com a galera e foi simplesmente demais. As fases do Campanha são ótimas, mas às vezes entrar no Modo Arena deixa as coisas ainda melhores, pois quebra um pouco a parte da "resolução de problemas" e vai pra uma descontração de competitivo (Co-op ou Vs), tem vários modos como:
- A tradicional pancadaria no modo Valentão, onde cada equipe tem um Valentão e é preciso matá-lo para vencer;
- Colorir o Mundo: você deve pintar os blocos do cenário encostando e pulando neles e ganha quem colorir mais;
- Capturar o Cavalo: um espécie de Rouba Bandeira, só que... rouba cavalo! haha!
- Jogando Bola: tipo um basquete, mas dá pra roubar a bola do adversário na pancada hahaha

Entre outros modos que não vou citar aqui!!

    
Achou pouco? Ainda tem o EDITOR DE NÍVEIS para você criar níveis e compartilhar com a comunidade para outras pessoas jogarem (você também pode jogar níveis que outras pessoas criaram)

Por fim, BattleBlock Theater é um ótimo jogo,
diria que um dos melhores do estilo da atualidade!
Juntando o gênero plataforma consagrado por Mario, Sonic e outros,
com elementos incríveis como Narração EngraçadaTraços (Gráficos) Agradáveis e Desenhados em estilo Cartoon e em 1080p, Boa Trilha Sonora,
Ótima Jogabilidade e Cooperativo, Modo Arena
Bastante Conteúdo Desbloqueável, etc.
Não ia colocar nenhum ponto negativo, mas pode ser considerado um ponto negativo a certa repetição que existe no jogo, tanto nas mecânicas do jogo quanto nos inimigos. Mas nada que afete tanto.
Ou seja, é um jogo incrível e, se você curte o gênero, não pode deixar de conferir.
AVALIAÇÃO (até 5 ∞)
Gráficos: 
Trilha Sonora: 
Jogabilidade: 
Diversão: 

NOTA INFINITA:
4.0
(nota de 0 a 5)


Referências
Compartilhar no Google+
    Deixe seu Comentário
    Comentários Blogger

0 comentarios:

Postar um comentário