Blogroll

Blogger news

Blogger templates

Blogger templates

Tecnologia do Blogger.

Nav2 (Do not Edit Here)

Nav1 (Do not Edit Here)

Slider(Do Not Edit Here!)

Livros Infinita - O Medalhão de Ísis

Autora: Nikki Merin
Livros Infinita - O Medalhão de Ísis

Olá meus amados leitores. Como estão?


Vamos lá então, a resenha de hoje é de um livro que eu estou apaixonada, viciada e encantada. Em O Medalhão de Ísis, primeiro de uma Saga, da autora C.S. Camargo, tem tudo que eu mais adoro nos livros. Mocinhos cativantes e interessantes, mocinhas que crescem ao desenrolar da história, mitologia, cenários incríveis, muita ação, cenas hots, e principalmente, um ótimo enredo que te prende do início ao fim.
Ahlam é uma princesa que nunca saiu dos muros de seu palácio, e sonha em um dia viver grandes aventuras. Ela só não sabia que esse desejo viraria realidade tão depressa, e que colocaria sua vida em perigo.
No dia do seu aniversário de dezoito anos, e de seu casamento com o príncipe desprezível Marzuq, Nifah é invadida pelo exército do rei Lahssam da cidade de Hasfah. O rei procurava um artefato egípcio muito antigo, e muito importante para o futuro da humanidade.
Ahlam acaba sendo sequestrada pelo principal guerreiro de Hasfah, o soldado Faris. Faris descumpre a ordem de seu comandante, de que matasse qualquer membro da família real. Ele foi cativado pela beleza de Ahlam e seus belos olhos.
A partir desse momento a vida dos dois é entrelaçada, e uma jornada pelas suas próprias vidas começa. 

O ponto chave para O Medalhão de Ísis ser um livro maravilhoso, na verdade são dois, é o de ter personagens muito bem escritos e delineados, e o fato de abordar a mitologia egípcia. Percebe-se que a autora domina muito o assunto, não é aquela situação onde a autora apenas coloca uma coisinha aqui só para mostrar aos leitores, mas sim o de uma vasta pesquisa para a elaboração desse livro.
Referente aos personagens, Faris é um perfeito mocinho, daqueles que todas as leitoras suspiram. A descendência egípcia e os belos olhos ajudam um pouco, mas o que mais chama a atenção nele é a personalidade sedutora dele.
Um personagem secundário que muitas vezes rouba a cena é o Samir, o gênio. Ele foi transformado em gênio muitos e muitos anos atrás, e essa transformação ainda é um mistério para os leitores. Sabemos que ele foi um escravo, mas que depois se transformou no carrasco. Bom, confesso que minhas partes favoritas são quando esse belo gênio inferniza Faris.
Ahlam é uma personagem que cresce muito ao decorrer da história, e acredito que nos demais livros poderemos nos surpreender com ela.


Divirtam-se meus queridos leitores infiniteiros. Até a próxima dica. 

Autora: Nikki Merin
Compartilhar no Google+
    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

3 comentarios:

  1. Obrigada pela resenha! É ótimo saber que estão gostando do Faris e da Ahlam! Demorei anos pesquisando e escrevendo e é muito gratificante ver que todo o trabalho está valendo a pena! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já leu "A Maldição do Tigre" é um ótimo livro! me lembra um pouco esse
      Deixei a resenha se alguem quiser aqui em baixo :).
      ""Kelsey Hayes perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco. Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele. O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço. Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem.""

      Excluir
    2. Você merece todo sucesso Carol. =)

      E não sei por que comparam o seu livro com 'a maldição do tigre', já que um não tem nada a ver com o outro.

      XOXO

      Excluir