Blogroll

Blogger news

Blogger templates

Blogger templates

Tecnologia do Blogger.

Nav2 (Do not Edit Here)

Nav1 (Do not Edit Here)

Slider(Do Not Edit Here!)

Livros Infinita - Adeus as Armas

Autora: Nikki Merin

Olá, meus amados leitores. Espero que tenham aproveitado as férias para ler bastante. Eu aproveitei.
Vamos para a dica de livro de hoje. Escolhi um clássico da literatura, do qual eu sou extremamente apaixonada. O amor é tanto que se eu só pudesse escolher um livro na vida para ler, seria esse.

Livros Infinita - Adeus às Armas

Adeus às Armas é um livro de Ernest Hemingway, um dos melhores escritores que eu já tive o prazer de ler.
O pano de fundo da história é a Primeira Guerra Mundial, mas o foco principal do autor é no romance entre Frederic e Catherine. Ele, um tenente americano que conduz ambulâncias, e ela, uma enfermeira inglesa. 
Frederic Henry é o narrador dessa história, esta que chega a ser um pouco autobiográfica, mas claro que também há um toque de ficção. 

Os dois se conhecem em Milão, onde o tenente está se recuperando de alguns ferimentos, e Catherine é uma enfermeira daquele local. Ele se apaixona no primeiro momento em que a vê, já ela fica um pouco receosa no começo.
Depois que se recupera, o tenente é mandado novamente para o campo de batalha, onde, logo depois, deserta para voltar aos braços de Catherine. Por causa disso, ele é condenado à morte pelo exército.
Fugindo da sua sentença e da situação toda que é a guerra, depois de algum tempo ele retorna aos braços da amada e buscam exilio na Suíça. Mas, como se espera de Hemingway, o desfecho é sempre emocionante e intenso, e em ‘Adeus às Armas’ não poderia ser diferente.
A todo o momento o amor deles é confrontado e testado, desde pequenas coisas até os horrores da guerra.


Hemingway é conhecido pela sua escrita objetiva e direta, onde este não usa subterfúgios para escrever os seus livros. Adeus às Armas é um livro para quem realmente gosta de literatura, pois o autor faz com que reflitamos o livro inteiro, até nas pequenas coisas, que primeiramente aos nossos olhos podem não significar nada.
Um dos melhores livros da “geração perdida” e deve ser lido por todos os amantes de literatura, sendo apreciado do modo como deve. 
Nunca vou me esquecer do dia em que peguei esse livro nas mãos, pela primeira vez. Estava eu na biblioteca escolhendo mais um livro para ler, com quatorze anos, quando o bibliotecário me apareceu com Adeus às Armas. Olhei para a capa e falei, não parece interessante, mas mesmo assim acabei levando. (pois é, não se julga um livro pela capa) 
Terminando de ler o outro livro que tinha levado, do qual nem lembro mais qual era, resolvi folhear o tal livro para ler um pouco sobre a história. Comecei a ler as primeiras páginas, depois mais algumas páginas, e quando fui ver, já estava entretida no livro. Naquela noite quase não consegui dormir pensando nas poucas folhas que faltavam para terminá-lo. Acordei bem cedo para poder lê-lo, e ficar impressionada em como Hemingway é fabuloso. Desde esse dia ele se tornou o meu escritor favorito, e permanece até hoje como tal.
Pra quem já leu o livro e amou, vale a pena também conferir os dois filmes baseados na obra, um com um final alternativo, outro com o final fiel ao livro. Segue abaixo os dois.


Espero que tenham gostado da dica, e até a próxima amigos leitores.

Autora: Nikki Merin
Compartilhar no Google+
    Deixe seu Comentário
    Comentários Blogger

0 comentarios:

Postar um comentário