Blogroll

Blogger news

Blogger templates

Blogger templates

Tecnologia do Blogger.

Nav2 (Do not Edit Here)

Nav1 (Do not Edit Here)

Slider(Do Not Edit Here!)

Alarmante: numero de desempregos podera chegar a 210 milhoes no mundo

Autor: Luan de Bortoli
Alarmante: número de desempregos poderá chegar a 210 milhões no mundo

Estes últimos anos estão ainda sob os reflexos de uma forte crise mundial que atingiu principalmente a Europa, mas que foi sentida em todo o mundo. Atualmente, novas políticas econômicas estão sendo desenvolvidas para procurar reparar grandes perdas. Entretanto, em alguns casos a crise continuará incidindo. Um caso é o emprego. Ou a falta dele.

A crise, somada a dificuldade de os Estados Unidos lidarem com a questão fiscal, é responsável pelo aumento no desemprego pelo mundo. De acordo com o Relatório Tendências Mundiais de Emprego 2013 da OIT (Organização Internacional do Trabalho), em 2012, cerca de 4 milhões de pessoas ficaram desempregadas. Sendo assim, até o fim do ano passado, 197,2 milhões de pessoas no mundo estavam desempregadas. É um dos maiores índices atingidos desde o início da década.

Para este ano, o Relatório aponta que o número vai aumentar. Deverão ser cerca de 5 milhões os novos desempregados, sob a influência dessa crise. Nos próximos anos, aponta o relatório, o número de desempregados no mundo deverá chegar a incrível marca de 210 milhões de pessoas.


A taxa de desemprego anual passará de 5,9% para 6% neste ano, sem previsões de diminuição até 2017. São informações preocupantes. De acordo com o relatório, a economia global deve apresentar um pequeno acréscimo neste início de ano: passará de 3,2%, em 2012, para 3,6%. No entanto, não conseguirá reverter o quadro de incerteza e o desemprego global deve permanecer elevado e até aumentar no curto prazo.

O relatório sugere que os responsáveis pela formulação de políticas empreendam uma ação coordenada para apoiar a demanda agregada (consumo das famílias, consumo do governo, exportações liquidas e investimentos), especialmente através de investimentos públicos em infraestrutura, além de promover programas de formação e recapacitação.

Com informação de OGlobo.com.
Autor: Luan de Bortoli
Compartilhar no Google+
    Deixe seu Comentário
    Comentários Blogger

0 comentarios:

Postar um comentário