Blogroll

Blogger news

Blogger templates

Blogger templates

Tecnologia do Blogger.

Nav2 (Do not Edit Here)

Nav1 (Do not Edit Here)

Slider(Do Not Edit Here!)

Rivalidade histórica, homem X mulher chega a era digital

Autor: Luan de Bortoli 
Uma das mais tradicionais e antigas guerras da humanidade chegou à Internet. Homem versus mulher. Tá certo, é uma guerra de leve, mas não deixa de ser uma grande disputa que está presente em várias esferas, principalmente no mercado de trabalho, até em função da busca pela igualdade salarial.


Mas sem entrar nesses méritos, vamos ao assunto. O fato é o seguinte: no Homem contra Mulher da internet, quem está com vantagem é aquele chamado sexo frágil. Mas também não iremos entrar neste assunto. É que nas redes sociais são elas as pessoas que mais frequentam os sites.

A empresa americana Digital Flash NY, especializada em em marketing digital, fez uma analise e chegou a esta constatação. No Facebook, as mulheres representam 64% dos usuários. No Twitter, são 58%, e no Pinterest, pasmem, 82%. Mas os homens tem suas vantagens, sim, em algumas redes. É o caso do Google+, com 71% de homens, e do LinkedIn, 63%.

     
No detalhamento, a pesquisa mostra que as mulheres são responsáveis por 300 mil posts por minuto. E 18% delas atualizam a rede social com mais frequência, contra 11% dos homens. E por falar nos homens, eles são maioria no que diz respeito a arrependimento. De acordo com o estudo, são eles as pessoas que mais se arrependem do que postaram.

Para 45% dos entrevistados, o Facebook é usado para falar com amigos e familiares. Outros 15,4% acessam o site apenas como passatempo. A rede é acessada principalmente de casa (92,6%) e do trabalho (41,7%). Já entre os usuários do Orkut, o acesso da casa de amigos (24,9%) e de lan houses (12,9%) são expressivos.

O Twitter é mais usado por brasileiros que estão em busca de informações em primeira mão, conteúdos interessantes e/ou profissionais. Os twitteiros são mais heavy users: 36,5% olham todas as atualizações que aparecem na timeline e 34,9% ficam conectados à rede por mais de 40 horas por semana. 
    
Com informações de Oglobo.com.
Autor: Luan de Bortoli 
Compartilhar no Google+
    Deixe seu Comentário
    Comentários Blogger

0 comentarios:

Postar um comentário