Blogroll

Blogger news

Blogger templates

Blogger templates

Tecnologia do Blogger.

Nav2 (Do not Edit Here)

Nav1 (Do not Edit Here)

Slider(Do Not Edit Here!)

Gripe A volta a preocupar: sul do Brasil registra aumento de casos

Autor: Luan de Bortoli 
Desde 2009, uma nova modalidade de gripe vem chamando a atenção e exigindo os cuidados de pessoas de todo o mundo. Naquele ano, o Brasil e outros países viveram uma pandemia com a doença. Aos poucos, ela foi sendo controlada. Mas como é vírus, e vírus passa, ela existe. Ainda. Falamos do H1N1. 
    
Depois de um período com poucos registros, este ano de 2012 a Gripe A voltou a preocupar. Não tanto como em 2009, mas o suficiente para voltar as atenções para si. Até o dia 3 de julho, de acordo com os dados do Ministério da Saúde, MS, no Brasil morreram 110 pessoas em decorrência do vírus. Para efeito de comparação, durante todo o ano passado, 27 pessoas morreram. Um número, de certa forma, baixo. Em 2010, o número de mortos era 104, também inferior ao registrado no primeiro semestre deste ano.
      
Mas, do total de 2012, 95 mortes foram registradas no sul. Não é só a maioria em morte, como é a região com maior incidência de casos também. Neste ano, já foram diagnosticados 1.415 casos da gripe.

Santa Catarina é o estado mais atingido pelo vírus H1N1. Até o dia 3 de julho, 635 pessoas foram infectadas. De acordo com a secretária de saúde do estado, 52 mortes foram registradas e a maioria tinha entre 40 e 60 anos. Os outros tipos de gripe atingiram 1.228 pessoas e mataram 64 no mesmo período.
   
Na última semana, o Paraná apresentou um crescimento de 53% nos casos de gripe H1N1 registrados, subindo de 381 infectados para 588. Desses pacientes, 14 morreram em decorrência da gripe. No estado também foram diagnosticados 182 casos de outros tipos de gripe, que mataram duas pessoas. Rio Grande do Sul teve 192 casos de H1N1 em 2012, e a morte de 29 pessoas. No mesmo período, o estado diagnosticou 749 casos de outros tipos de gripe, e 27 mortes.

Mesmo com o aumento do registro de casos, a situação ainda é considerada normal. O número de mortos está dentro da média.O principal medicamento combativo à doença é o Tamiflu. Um receita médica simples, direcionada ao grupo de risco, já permite a compra do remédio.
   
Com informações de Veja.com.
Autor: Luan de Bortoli 
Compartilhar no Google+
    Deixe seu Comentário
    Comentários Blogger

0 comentarios:

Postar um comentário